Como as novas tecnologias podem dar suporte para a comunicação sindical


Um vídeo publicado pela Agência Petroleira de Notícias (APN) durante um ato relâmpago promovido pelo SINDIPETRO-RJ, na Semana de Mobilizações da Federação Nacional dos Petroleiros (FNP), na sede de Exploração e Produção (E&P) da Petrobrás, Edifício Ventura, Centro do Rio de Janeiro, na última quinta-feira (12), viralizou e já alcança quase 400 mil visualizações

Tal fenômeno de alguma forma consolida a necessidade de uso de novas plataformas digitais na profusão de conteúdos relacionados a atividades sindicais.  “As redes sociais promovem uma maior inclusão e estão dentro do contexto de utilizar melhor a velocidade com que a informação é difundida no mundo atual” – diz o diretor de Comunicação do SINDIPETRO-RJ, Carlos Augusto Espinheira.

Esses atos dos petroleiros cariocas realizados em prédios administrativos da Petrobrás também são conhecidos como “rolezinhos”. Eles têm como característica a não utilização dos tradicionais megafones e caixas de som, além de terem uma duração média de uma hora e trinta minutos, com falas objetivas e diretas aos petroleiros e petroleiros.

Mobilização virtual

O que é notado a principio é a aparente desmobilização e falta de interesses dos trabalhadores da Petrobrás durante a realização dos atos nas unidades administrativas, mas virtualmente ocorre ao contrário. No vídeo citado nesta matéria a fala do petroleiro Arthur Ferrari obteve mais de 11 mil curtidas, 13 mil compartilhamentos e 5.200 comentários.

Imagem: Agência Brasil

“O que leva é a relevância de conteúdo para um segmento de público, que atua para dar amplitude a uma notícia e escolhe também novos canais de comunicação para isso. A franqueza é o principal valor que é reconhecido nesse vídeo do funcionário da Petrobrás. Dizer a verdade possui riscos, que, em muitos casos, não são assumidos pela grande imprensa. Daí são esses novos meios digitais que fazem desbloquear o silêncio sobre um fato” – analisa Fabio Malini , coordenador do Laboratório de estudos sobre Imagem e Cibercultura (Labic) na Universidade Federal do Espírito Santo.

A APN já realiza transmissões ao vivo de atos realizados pelo SINDIPETRO-RJ e da Federação Nacional dos Petroleiros e vem registrando um significativo aumento de visitas em sua página no Facebook (facebook.com/agpetroleira), que até o momento conta com mais de 3.700 seguidores. A página na rede social ainda disponibiliza edições com versão em PDF do jornal ‘Surgente’ editado pelo sindicato.

Adaptação à nova realidade da comunicação digital em rede

Com o advento das novas tecnologias, a comunicação sindical ganha novas possibilidades. A transmissão de vídeo ao vivo de assembleias, protestos e seminários a tão discutida aproximação com as bases acaba por se tornar uma realidade.

Imagem: Bancários ABC

“A comunicação sindical antes da internet necessitava de um nível muito maior de mediação. Você tinha que fazer assessoria de imprensa, mandar releases para veículos como rádio, televisão e jornais para às vezes conseguir apenas pequenas notas sobre algum aspecto da sua luta. Hoje não, agora podemos fazer uma comunicação com produções simples e atingir um número mais significativo do que se alcançava antes das novas tecnologias. Ou seja, é preciso investir mais nesse tipo de produto para inserção no atual arranjo informativo da atual realidade da internet. Isso permite vídeos, produção de rádio,textos,  imagens fotográficas, pequenos documentários” – explica Renato Rovai, jornalista  e professor de Jornalismo da Faculdade de Comunicação Cásper Libero –SP e editor da Revista Fórum, tendo já exercido a função de jornalista sindical.

O fato é que a partir do uso dessas novas ferramentas de comunicação a APN intensifica sua produção de conteúdos na cobertura através de transmissões ao vivo de vídeos e programas da Rádio Petroleira e futuramente da WebTV Petroleira, com temas pertinentes não só a categoria petroleira, mas também de interesse público na defesa dos direitos humanos,trabalhistas e previdenciários, como da democracia e soberania do Brasil, em tempos obscuros como vivemos atualmente com o governo golpista de Michel Temer.

Veja o vídeo:

Por André Lobão I Agência Petroleira de Notícias (APN)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s