Deliberações da reunião da direção da FNP


Reunida no Rio de Janeiro nesta quarta-feira (15/6), a direção da FNP aprovou um plano de ação nos seguintes termos:

Iniciar já a mobilização dos 17 Sindipetros, impor o ritmo de negociação do ACT, construir Greve Petroleira Nacional Unificada e a Greve Geral Unificada para enfrentar os Planos Temer-Parente, Impedir a privatização e garantir plenos direitos.

A proposta é aberta a ser articulada com todos os sindicatos, associações e federações ligadas ao setor de petróleo e aos trabalhadores brasileiros.

1 – Construir unidade em torno de eixos comuns, a partir de eixos unitários para serem trabalhados nas ações:

  1. Não ao PL 4567;
  2. Em defesa da Petrobrás e contra o desmonte da empresa;
  3. Contra a venda de ativos e privatização das pesquisas;
  4. Volta do monopólio do petróleo e uma Petrobrás 100% estatal;
  5. Revogação das punições, suspensões e demissões. Fim das perseguições e do assédio moral;
  6. Nenhum direito a menos;
  7. Recomposição do efetivo;
  8. Reversão da política para os níveis, PLR e RMNR;
  9. Direitos dos aposentados
  10. Plano emergencial de obras;
  11. Prisão de todos os corruptos;
  12. Fora Temer;
  13. Fora Parente;
  14. Contra o golpe;

2 – Trazer para o centro da pauta de  mobilização questões especificas da categoria:

Pauta especifica – PLR, RMNR, Beneficio Farmácia, Níveis, SMS, PIDV, efetivo, jornada de 6 horas.

Exigir a suspensão da venda de ativos e impor o ritmo de negociação para questões pendentes do ACT.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s