Espiritualidade de Mahatma Gandhi: Sermos a mudança que queremos ver no mundo.


por Marcos Portoportomfc@gmail.com

Este pensamento de Mahatma Gandhi, líder espiritual que visitou a Terra entre 1869 e 1948, levando o povo hindu à sua independência, nos traz a inspiração para a comemoração do décimo aniversário do Otimize Seu Dia!, sua publicação quinzenal de distribuição gratuita com temas sobre crescimento pessoal e espiritualidade.

Caso sejamos do tipo de pessoas que sempre queremos algo mais aprofundado, do que a média da vida puder nos oferecer, ou quando estivermos cansados da falta de significado no mundo, das interações superficiais, das conversas que nos conduziriam a lugar nenhum e percebermos a mediocridade permeando a todos os ambientes, tudo isto terá efeitos desastrosos em nossos corações.

Mesmo assim não realizaremos que: a resposta desta mudança está dentro de nós mesmos!

Vamos lá refletir sobre o tema?

No final quem sente mais forte a mediocridade, ou a falta de amorosidade no mundo, é quem está em melhores condições de assumir a mudança.

Quanto mais sentirmos o que está faltando, mais seremos responsáveis por darmos resposta a esse respeito.

Assim se a interação com as pessoas e nossos relacionamentos não estão aprofundados o suficiente para nossa satisfação interior, cabe a nós a iniciativa de realizarmos este trabalho de mudança através de nossa atitude.

“Sermos a mudança que queremos ver no mundo!”

Trazer os outros para os horizontes que enxergamos – o mundo como nosso espelho!

Algumas pessoas pensam que enxergam o mundo objetivamente – seus próprios negócios, prazeres, aquisições – e a partir disso estabelecem seus relacionamentos sociais, afetivos, comportamentos e respostas racionais para manterem estas ‘conquistas’.

A verdade é que para essas mesmas pessoas, o mundo que veem é o mundo que estão criando para si mesmo. Faz sentido?

Estamos sempre criando uma determinada atmosfera emocional – boa ou nem sempre boa.

Por exemplo: Andando pela rua, contrariados e olhando ao redor com olhos desgostosos, o que iremos atrair? Iremos atrair um número grande de pessoas descontentes, aborrecidas, deprimidas e o quanto mais esta atitude puder atrair, não é verdade?

Isto nos levará a concluir que o mundo ao nosso redor está desesperançado, não havendo mais salvação.

Caso queiramos trazer o melhor dos outros, nossa atitude deverá refletir esta proposição. Está claro?

Assim quando as pessoas nos disserem: “O mundo é tão entediante e aborrecido, nada de bom realmente acontece!” ou “Não há mais amor no mundo, só interesse das pessoas se aproveitarem dos outros!”

Poderemos então perguntar: “E você? O que tem feito para mudar esta situação?” “É muito provável que o mundo está se apresentando para você, da mesma forma como você está sendo!”

E isto significa que – se todos estão adormecidos em suas acomodações, nós teremos que despertar para isso; se todos demonstram pouca generosidade, nós deveremos ser mais generosos; se as pessoas são superficiais, nós deveremos ser sinceros.

A única forma das pessoas mudarem ao nosso redor será nós mudarmos. Alguém tem que dar o começo – e que sejamos nós!

Ao contrário nada irá mudar, porque estaremos nos escondendo nos subterfúgios das acomodações. Assim a situação se mantém!

O que queremos ver no espelho? Claro que a resposta saudável será: A beleza de Alma nas pessoas, seus corações amorosos, suas autenticidades!

Sendo assim: “Sejamos a mudança que gostaríamos de ver!”

Algumas pessoas veem a vida que elas mesmas criaram. Por que isto acontece? Porque não estão presentes no Aqui Agora, vivendo reminiscências do passado, ou ansiedades do futuro!

Podemos observar, em um grupo de pessoas uma delas sendo sincera e autêntica, o grupo todo não se sentirá aborrecido. Será que nos sentiríamos aborrecidos, caso alguém compartilhasse seu coração amoroso conosco? Ou então alguém autêntico e sincero expressando seus sentimentos no Aqui Agora? Claro que nos sentiríamos muito bem, em receber esta energia de amor, concordam?

Esta é a razão do porque somos sensíveis, passionais, cheios de vida e de humor. Sabemos disso!

Nossa manifestação de Alma almeja expressar seus puros sentimentos, sufocados nas insatisfações dos ambientes sem amor.

Há muita sabedoria neste desejo de Alma. Este aspecto nos conduz ao ponto onde o humano e o Divino se encontram.
O segredo que as vivências da vida nos leva a conhecer é que: Quando nos comprometemos a criar a beleza e a bondade, o Divino irá colaborar com 9/10 do caminho.

Quando decidimos criar algo real e duradouro, seja com alguém ou para o mundo ao nossos redor e, então, expressamos algo generoso, o Divino bafeja o ar do amor mais puro, para ser a resposta da vida.

Reunimos no nosso interior tudo que precisamos para expressar o amor, a beleza, a realidade que buscamos e queremos.

Nosso coração está pleno de paixão, portanto, confiemos sempre nele!

Caso busquemos a beleza autêntica – não haverá lugar a procurar, ou outra pessoa a quem irmos ao encontro. Tudo já está conosco!

Como filhas e filhos de Deus, todos nós recebemos o coração Divino.

A pureza do Amor, da Bondade, e da Vida já está e irá fluir sempre do nosso coração, que é a extensão do Coração de Deus.

Voltaremos ao assunto.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s