Apometria


Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

A apometria – do prefixo grego apo (além de) e do radical metria (medida) – é uma prática de intenção de cura consciencial por meio de vários recursos holossomáticos, também chamada pelos seus praticantes de prática terapêutica alternativa, de natureza espiritualista, e, segundo seus praticantes, consiste na projeção da consciência e na dissociação dos múltiplos corpos sutis (holossoma) mediante uma sequência de pulsos ou comandos energéticos mentais. Tal prática, assim como a maioria dos tratamentos de saúde heterodoxos científicos, não tem qualquer garantia de cura provada pelo método científico.

A apometria é abominada por alguns espíritas ortodoxos e por outros céticos que sentem seus interesses comerciais clínicos e farmacêuticos ameaçados. Os tratamentos espirituais não têm qualquer endosso ou comprovação pelo método científico, no entanto, muitos meios de cura endossados pela ciência e pelo Paradigma Cartesiano, também não fornecem, igualmente, qualquer garantia de cura provada por tal método, são apenas axiomas sociais.

Segundo S. M. Greenfield, esta técnica, que é divergente do espiritismo clássico, ortodoxo, radical, consiste em transportar partes do corpo sutil do paciente para o mundo astral, onde seriam tratadas por médicos desencarnados, usando a terapia de vidas passadas.1

No entanto, engana-se tal autor, pois não há transporte de “partes do paciente”, mera visão cartesiana espacial. Há conexões e sintonias de níveis vibracionais.

Essa prática assistencial foi introduzida no Brasil pelo farmacêutico e bioquímico porto-riquenho, Luis Rodrigues, que a chamava de “Hipnometria”, e utilizava técnicas próprias para obter o suposto desdobramento anímico controlado. Na década de 1960, foi sistematizada pelo médico cirurgião geral e ginecologista José Lacerda de Azevedo (1919-1997), no Hospital Espírita de Porto Alegre, que lhe trocou o nome para “apometria”. Até o presente momento, para muitas pessoas, apometria nada mais é do que uma forma de charlatanismo travestido de religiosidade. Não faltam, contudo, muitas pessoas que afirmam terem sido curadas por essa prática.

A terapia

A apometria serviria para ajudar nos problemas de diversos que afligem as pessoas. Ou seja, pode haver um desequilíbrio espiritual ou emocional que chega a se manifestar no corpo e aparece de forma indesejada como doença. Sua ação fundamenta-se na holossomática (muitos corpos sutis), nas vidas seriadas (reencarnações), na bioenergética (sintonia, vibrações, frequências, conexões, etc), nos fenômenos PSI (parapsiquismo – animismo e mediunidade) e nas experiências fora do corpo. Os especialistas e estudiosos da apometria atuam gratuitamente em centros espíritas para fazer esta cura como intermediários entre o astral e o físico. Terapeutas a utilizam em consultórios cobrando as consultas. Trabalham sobre diferentes reações de personalidade manifestadas em vidas anteriores, fazendo com que as perturbações sejam superadas pelas pessoas (isto é relativo – há muitas ressalvas).

De acordo com seus preceitos, é uma espécie de energia, direcionada pela atuação da força de vontade do condutor dos trabalhos, e impregnada de amor, canalizada na forma de “pulsos magnéticos” para tratar portadores de transtornos psicológicos, doenças genéticas de difícil resposta à terapêutica médica, ou consideradas incuráveis.

Leis da apometria

  • Primeira Lei: Lei do desdobramento espiritual.
  • Segunda Lei: Lei do acoplamento físico.
  • Terceira Lei: Lei da ação à distancia, pelo espírito desdobrado.
  • Quinta Lei: Lei da revitalização dos médiuns.
  • Sexta Lei: Lei da condução do espírito desdobrado, de paciente encarnado, para os planos mais altos, em hospitais do astral.
  • Sétima Lei: Lei da ação dos espíritos desencarnados socorristas sobre os pacientes desdobrados.
  • Oitava Lei: Lei do ajustamento de sintonia vibratória dos espíritos desencarnados com o médium ou com outros espíritos desencarnados, ou de ajustamento da sintonia destes com o ambiente para onde, momentaneamente, forem enviados.
  • Nona Lei: Lei do deslocamento de um espírito no espaço e no tempo.
  • Décima Lei: Lei da dissociação do espaço-tempo.
  • Décima Primeira Lei: Lei da ação telúrica sobre os espíritos desencarnados que evitam a reencarnação.
  • Décima Segunda Lei: Lei do choque do tempo.
  • Décima Terceira Lei: Lei da influência dos espíritos desencarnados, em sofrimento, vivendo ainda no passado, sobre o presente dos doentes obsediados.

A constituição setenária do ser

Na óptica da apometria, o ser humano é composto por sete corpos. São eles:

Forças empregadas na apometria

Força mental

Segundo os seguidores da apometria, a mente é uma “usina de força” que tem o poder ilimitado de moldar, mover e direcionar a “energia cósmica”. Nesse sentido, Ramatis insistiria na idéia de que “toda magia é mental”, pois é a força e a intenção de um pensamento que pode determinar se uma magia é benigna (magia branca) ou se interfere no livre arbítrio alheio, principalmente para fins egoísticos, fúteis ou prejudiciais (magia negra).

Ainda, de acordo com esta, a energia mental é de natureza “radiante”. O pensamento pode ser transmitido à distância e captado de forma integral ou parcial por qualquer ser que tenha uma certa sensibilidade. Assim, o pensamento tem direção e um ponto de aplicação que é o seu objeto.

Força zeta

Segundo a apometria, a Força Zeta, é a liberação de energia condensada de um corpo físico. Desta forma, o operador apométrico utilizaria a energia do seu próprio corpo para criar campos de força, além de inúmeras outras aplicações da energia.

Ver também

Referências

  1. S. M. Greenfield (1992 Março). “Spirits and spiritist therapy in southern Brazil: a case study of an innovative, syncretic healing group.(en). Acessado em 5 de julho de 2011.
Ícone de esboço Este artigo sobre religião é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s