Ensinamentos de Ramakrishna


Ensinamentos

Citações

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Ramakrishna
  • “O conhecimento leva a união. A ignorância, a desunião.”
  • “O homem se torna o que ele pensa.”
  • “O número de opiniões equivale ao número de caminhos.”(Jata mat tata path)

Ramakrishna enfatizava que a realização divina era a meta suprema de todos os seres vivos. Por conseguinte, para ele a religião servia como meio para atingir esta meta. A realização mística de Ramakrishna, classificada pela tradição Hindu como nirvikalpa samadhi (literalmente, “meditação constante”, através da absorção de tudo ao seu redor inconsciência), levou-o a acreditar que as várias religiões são caminhos para alcançar o Absoluto, e que a definitiva realidade nunca poderia ser expressa em termos humanos. Isto estava de acordo com o que declara o Rigveda: “A verdade é unica mas os sábios a chamam por diversos nomes.” Como resultado desta opinião, Ramakrishna passou períodos inteiros da sua vida praticando de acordo com seu entendimento o Islã, o Cristianismo, vários tipos de Yoga e seitas Tântricas dentro do Hinduísmo.

Devotos acreditam que a realização de Ramakrishna, o nirvikalpa samadhi também levou-o a um entendimento dos dois lados de maya (ilusão), que são referidos como avidyamaya e vidyamaya: Ele explica que avidyamaya representa as forças obscuras da criação (desejo sensual, paixões malignas, cobiça, luxúria e crueldade), que mantêm o mundo nos planos baixos de consciência. Estas forças são responsáveis pelo aprisionamento dos humanos no ciclo de nascimento e morte, e devem ser combatidas até desaparecerem. Vidyamaya, por outro lado, representa as mais altas forças da criação (virtudes espirituais, qualidade iluminadas, bondade, pureza, amor e devoção), que elevam o seres humanos aos mais altos planos de consciência. Com a ajuda de vidyamaya, ele disse que os devotos poderiam se livrar de avidyamaya e atingir a meta definitiva da existência mayatita – isto é, libertar-se de maya.

Ramakrishna declarou: “jatra jiv tatra Shiv” (“onde está um ser vivo, está Shiva”) através da sua percepção não-dual (advaita) da realidade. Isto levou-o a ensinar a seus discípulos “jive daya noy, Shiv gyane jiv seba” (“não se deve apenas ser gentil com os seres vivos, mas servir os seres vivos como se fossem o próprio Shiva”). Este ponto de vista difere-se consideravelmente do “panteísmo sentimental” de São Francisco de Assis.

Embora Sri Ramakrishna fosse analfabeto ele entendia complexas filosofias. De acordo com ele o universo visível e todos os outros universos(brahmanda)são apenas bolhas emergindo de um oceano de inteligência (Brahman) (Gospel de Ramakrishna, vol. 4).

Os conceitos chave nos ensinamentos de Ramakrishna são:

  • A unicidade da existência
  • A divindade de todos os seres vivos
  • A unidade de Deus e a harmonia das religiões
  • A principal amarra na vida humana é a luxúria e a cobiça (kamini e kanchana, em Bengali)

Uma parte da sua vida e ensinamentos é recordada por seu discípulo, Mahendranath Gupta, conhecido como “M”, no Kathamrita, que nos mostra a forma distinta que Ramakrishna usava em suas conversas, seu profundo emprego de metáforas e parábolas, seu característico humor e seu frequente uso do dialeto Bengali.

Como Adi Sankara fez a mais de mil anos antes, Ramakrishna Paramahamsa revitalizou o Hinduismo que tinha sido fragilizado com o excessivo ritualismo e superstição no século dezenove e ajudou a melhorar a resposta ao desafio do Islam, Cristianismo e o alvorecer de uma nova era. Entretanto, diferente de Adi Sankara Ramakrishna devenvolveu ideias sobre o pos-samadhi Ascendência da consciência no mundo fenomênico, que ele descreveu com o termo Vignana. Enquanto ele defendeu a suprema validade do Advaita Vedanta, ele também proclamou aceitar ambos o Nitya (Eterno Substrato) e o Lila (a dinâmica fenomênico da Realidade) como um aspecto de Brahman.

A idea da ascendência da consciência mostra a influencia pelo movimento Bhakti e certa sub-escolas do Shaktismo no pensamento de Ramakrishna. A idea mais tarde influenciou a visão de Aurobindo sobre a vida divina na Terra.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s